Internet das Coisas

Realidade Aumentada e Realidade Virtual: quais são as diferenças?

realidade aumentada e realidade virtual
Escrito por HD Store

A realidade aumentada e realidade virtual são muito confundidas pelas pessoas e isso é fácil de entender, já que as duas fazem parte do mesmo ramo da tecnologia, a imersiva. Nela o objetivo é fazer com que o usuário mergulhe em uma experiência que mescle o real e o virtual.

Mesmo fazendo parte do mesmo ramo, são várias as diferenças entre essas duas tecnologias, e uma das principais características que as diferem é a maneira como interagimos com elas.

Neste post vamos lhe falar sobre cada umas dessas abordagens e quais as diferenças entre elas. Continue conosco e boa leitura!

Realidade virtual

O principal objetivo da realidade virtual (RV) é transportar seu usuário para uma simulação de ambiente por meio simulações e recriações de locais existentes ou fictícios. Esses locais podem ser construídos por um software de modelagem 3D ou capturados por câmeras 360º ou equipamentos especializados.

A realidade virtual busca a sensação de imersão física do usuário no ambiente simulado, tendo percepção realista de profundidade, espaço e tamanho. Para isso são utilizados estímulos audiovisuais combinados.

Funcionamento da RV

Para que a experiência seja completa, faz-se necessário o uso de óculos especiais para visualização do ambiente e fones de ouvido. Os óculos mostrarão duas imagens 2D, uma para cada olho, com algumas diferenças sutis que serão interpretadas pelo cérebro como uma imagem 3D.

Para que a imersão seja completa e os sentidos possam se convencer, terão de ser acrescentados o som ambiente e o movimento. Ou seja, para onde o usuário olhar, sua visão virtual deve acompanhar o deslocamento.

Aplicações da RV

Uma das principais aplicações atuais dessa tecnologia é na indústria de jogos eletrônicos, com a possibilidade de inserir o jogador no ambiente virtual e criar uma experiência muito mais real. Pode-se pensar também em outras áreas de aplicação como na venda de imóveis, na qual o comprador poderá visitar uma unidade virtual quando o imóvel real ainda não está pronto.

Realidade aumentada

A realidade aumentada (RA) não leva o usuário para um ambiente virtual, mas, sim, realiza a inserção de elementos virtuais dentro do ambiente real. Por meio do uso de qualquer dispositivo munido de câmera, de drones a celulares, e capacidade de processamento, é possível realizar a utilização de um software de realidade aumentada.

Essa tecnologia nos dá a capacidade de interagir diretamente com elementos gráficos inseridos em nossa realidade, sobrepostos sobre nosso campo de visão, fazendo com que esses elementos pareçam fazer parte do mundo real.

Funcionamento da RA

É necessário um dispositivo com câmera, poder de processamento e um software de realidade aumentada instalado. A câmera realizará a captura da imagem, e, por meio de algum “gatilho”, que pode ser um marcador especial ou uma coordenada geográfica, renderiza o objeto 3D por sobre a imagem na tela do dispositivo, dando a sensação de que o objeto está realmente no local.

Aplicações da RA

Várias podem ser as aplicações para essa tecnologia. Muitos conhecem a realidade aumentada do jogo Pokémon Go, porém podemos utilizar esse conceito em livros didáticos, para mostrar modelos do sistema solar, moléculas, anatomia, entre outros.

Outra aplicação interessante seria na compra de móveis, na qual o cliente poderia verificar como um sofá ficaria em sua sala antes de realizar a aquisição dele, por exemplo, prevenindo uma compra ruim.

Essas duas tecnologias têm um grande potencial para diversas aplicações em negócios e novas empresas. E, independentemente de qual você opte para utilizar, é importante manter o foco na segurança da informação.

Agora que você conhece as diferenças entre realidade aumentada e realidade virtual, já pensou em qual pode ser mais interessante para seu empreendimento? Ficou com alguma dúvida sobre o tema? Deixe-nos um comentário no post, assim poderemos ajudar você!

Sobre o autor

HD Store

Deixar comentário.

Share This