Internet das Coisas Tendência de Tecnologia

Você sabe a diferença entre inteligência artificial e inteligência cognitiva?

inteligência artificial e inteligência cognitiva
Escrito por HD Store

A Transformação Digital ou Indústria 4.0 está com toda força nos nossos dias. Muitos empresários já estão adequando suas agendas para debater questões como inteligencia artificial, inteligência cognitiva, machine learning, big data etc. Você sabe a diferença entre inteligência artificial e inteligência cognitiva? Não é assunto só de TI e muito menos só de donos de multinacionais!

O que é inteligência artificial?

A inteligência artificial é a capacidade das máquinas pensarem como seres humanos. Sendo assim, inclui a prática de raciocinar e tomar decisões como nós. Por isso exige-se conhecimentos em big data, computação em nuvem e bons modelos de dados. De modo geral, esse processo envolve três bases:

  1. Modelos e dados bons;
  2. Grande quantidade de dados;
  3. Máquinas de alta capacidade.

Recomendações personalizadas, resultados de pesquisas interessantes a você, reconhecimento de imagens, reprodução de voz etc. são exemplos de usos no nosso dia-a-dia. Ou seja, você gosta da AI, só não sabia disso até agora.

Amazon, Google, Apple, Microsoft e várias outras empresas, grandes ou pequenas, utilizam inteligência artificial no seu cotidiano. A Amazon recomenda produtos para você assim como o Google seleciona por meio de algoritmos o que irá aparecer em suas pesquisas.

O que é inteligência cognitiva?

Inteligência cognitiva está bem perto da inteligência artificial, mas a diferença dos conceitos é que a inteligência cognitiva é a capacidade de aprimorar o aprendizado da máquina. Ou seja, se um sistema de inteligência artificial, por definição, consegue aprender, com a inteligência cognitiva ele aprende a aprender mais, tornando o processo muito mais eficaz. 

A inteligência cognitiva se confunde muito com a computação cognitiva. Este é um assunto dentro da programação que lida diretamente com o uso de algoritmos para fazer tanto a inteligência artificial quanto a inteligência cognitiva funcionarem. Ou seja, computação cognitiva é o que dá vida a todos esses processos.

Um dos exemplos da inteligência cognitiva é o Watson, da IBM. Seu sistema tem várias utilidades, como atendimento ao cliente, análise de negócios, diagnósticos médicos e várias outras possibilidades. 

O que podeos fazer com inteligência artificial e inteligência cognitiva?

Esses conceitos muitas vezes considerados extremamente futuristas estão em nosso presente. Seu computador tem AI, celular e a maior parte das plataformas que utilizamos cotidianamente. É difícil acreditar que esse mundo está ao nosso redor e, muitas vezes, pode ser até assustador – e empolgante ao mesmo tempo. Esse sentimento é compreensível a medida que desconhecemos o mundo, mas lidamos com essa tecnologia todos os dias.

Esse vídeo feito pela NVIDIA, empresa de referência no assunto, exemplifica muito bem o que essas tecnologias podem nos proporcionar.

Por onde começar?

Ficou interessado e gostaria de aprender mais sobre AI, big data e muito mais? Vamos te passar uma lista de cursos sobre alguns assuntos.

Se você quer se envolver com Inteligência Artificial, pode procurar o curso de Inteligência Artificial para iniciantes da Udemy. É um curso pago muito barato, você pode baixar o aplicativo em seu celular e aprender onde estiver.

A Amazon oferece um curso de big data chamado “Fundamentos da Tecnologia de Big Data“, visando o público que desconhece totalmente o assunto. É grátis e dura apenas 90 minutos.

Sobre Internet das Coisas, você pode acessar o site da Code IoT e encontrar vários cursos. Eles também oferecem cursos de programação, aplicativos para celular e eletrônica.

E aí, ficou empolgado com o futuro? Alguma sugestão de curso? Nós queremos saber!

Sobre o autor

HD Store

Deixar comentário.

Share This