Armazenamento

4 dicas para escolher um HD externo

escolher um HD externo
Escrito por HD Store

Saber como escolher um HD externo é uma tarefa importante e que exige alguns cuidados, para que o equipamento que você adquirir realmente supra as suas necessidades. Afinal, existem diferentes tipos de HD e cada um deles apresenta algumas funções específicas ou são recomendados para uma determinada atividade.

Antes de comprar um equipamento é necessário que você entenda, por exemplo a diferença entre HD SATA e SAS e até mesmo outras variações como SATA I, SATA II e SATA III.

Além dessas classificações técnicas, outras características precisam ser verificadas antes de fechar uma compra. Questões como conexões, velocidade, capacidade e compatibilidade precisam ser levadas em consideração e nós falaremos de cada uma delas, a seguir.

1. Verifique as conexões disponíveis

A maioria dos HDs externos têm conexões USB 3.0, que são excelentes e garantem taxas de transferência de até 5 gigabytes por segundo. No entanto, quando for necessário ter uma conexão ainda mais rápida, recomenda-se os HDs com conexões USB 3.1, eSATA ou Thunferbolt.

Ainda falando sobre conexões, vale lembrar que alguns HDs externos de mesa têm sinal Wi-Fi, o que possibilita a conexão a eles com a rede de internet sem fio local para enviar ou receber dados do computador, sem que seja necessário fazer o uso de cabos para isso.

2. Analise a velocidade do HD externo

É preciso ter mente que conexões e velocidade são conceitos diferentes. Enquanto a conexão é vista como a capacidade de um equipamento transferir e receber arquivos de outras máquinas, a velocidade é entendida como a agilidade que o HD tem para acessar os dados que estão armazenados nele mesmo.

A velocidade em um HD externo é medida em RPMs, de modo que, quanto mais RPMs um equipamento possuir, mais rápido ele processará os dados e programas que tiver instalados.

3. Confira a capacidade do equipamento

Embora alguns fabricantes comercializem HDs externos com mais capacidade de memória, a maioria deles comporta até 2 TB. É comum que esse tipo mais básico de HD externo seja adequado para a maioria das situações, mas em alguns casos, como quando é necessário manter muitos arquivos pesados armazenados, ter um equipamento com mais capacidade pode ser uma boa solução.

Como a capacidade do HD afeta diretamente no seu preço, vale a pena verificar essa questão antes de fechar uma compra, pois não há a necessidade de se gastar mais dinheiro com um equipamento caro, se você não precisar de toda essa estrutura.

4. Atente para a compatibilidade

Outro ponto muito importante que deve ser levado em consideração ao escolher um HD externo é a questão da compatibilidade. Computadores que utilizam o sistema operacional Mac trabalham com arquivos diferentes dos computadores que operam com o Windows, por exemplo.

Para que você não tenha problemas, como não conseguir acessar ou gravar arquivos no HD externo, sugere-se que a compatibilidade com o seu equipamento seja testada antes de você realizar a compra.

Seguindo essas dicas de como escolher um HD externo, será mais fácil para você fechar uma compra que realmente supra os seus anseios. E, para receber mais dicas interessantes como essa, recomendamos que você assine a nossa newsletter! Assim você terá sempre novidades em seu e-mail.

Sobre o autor

HD Store

Deixar comentário.

Share This