Tendência de Tecnologia

Aprenda como escolher uma impressora 3D com alta qualidade

como escolher uma impressora 3d
Escrito por HD Store

Você sabe como escolher uma impressora 3D e o que levar em conta nessa hora? De fato, muitos compradores sentem-se perdidos quando decidem investir nesse tipo de tecnologia, que ainda está engatinhando em nosso país.

Entretanto, apesar do 3DPrinting ser uma tecnologia relativamente nova por aqui, já temos no nosso mercado equipamentos de ponta, que podem atender perfeitamente a demanda de profissionais de várias áreas com a impressão 3D.

E são muitas as vantagens que o uso desse tipo de equipamento oferece ao usuário. Entre elas, podemos destacar a possibilidade de desenvolver protótipos de forma otimizada, além da criação de objetos totalmente únicos e personalizados.

Pensando nessas questões, neste post daremos 5 dicas essenciais sobre como escolher uma impressora 3D. Preparado? Então, acompanhe e confira!

Dimensione seu investimento e sua real demanda

No Brasil, já temos desde os modelos de entrada até os mais avançados, e os preços variam algo em torno de 8 mil reais a 38 mil. No entanto, não considere apenas o preço final na hora de escolher seu equipamento!

Ao verificar um produto com um valor que esteja dentro do seu orçamento atual, pesquise sobre a qualidade final das peças impressas nele e veja se está dentro de suas expectativas.

Isso porque, às vezes, a qualidade que você almeja não poderá ser obtida com aquela impressora, e você deverá investir em uma solução mais completa. Tudo dependerá dos seus objetivos com a impressão 3D.

Se você busca um equipamento que lhe atenderá na impressão de bonecos, objetos menores ou menos detalhados — talvez apenas por hobby, em seus projetos pessoais, ou até para fins educacionais — modelos de entrada, como o 3D MarketBot Replicator Mini, por exemplo, atendem bem.

Replicator Mini

Impressora 3D Makerbot Replicator Mini

Agora, para fins profissionais, como produzir peças maiores e com perfeito controle dimensional, você já precisará investir em modelos mais high-end. O que nos leva à próxima questão.

Defina seus objetivos com a impressão 3D

É preciso ter em mente que há muitas especificações técnicas diferentes que ocasionam limitações em modelos de impressoras 3D, principalmente quanto ao tamanho e à velocidade de impressão. Além disso, a qualidade da impressão também será determinada pelo tipo de material que se usa: PLA ou ABS.

O PLA tem suas particularidades: é biodegradável e oferece maior facilidade e compatibilidade na impressão, sem comprometer o resultado final da peça. Já o material ABS é derivado do petróleo, por isso, suas peças podem ser expostas a temperaturas mais altas e oferecem maior resistência mecânica.

Ademais, enquanto o PLA é utilizado tanto em impressoras com mesa aquecida, ou não, quanto de estrutura fechada ou aberta, o ABS é usado exclusivamente em impressoras fechadas com mesa aquecida.

Portanto, avalie suas necessidades com a impressão 3D diante das particularidades desses materiais. Se você tem a intenção de produzir peças mecânicas de precisão, que serão submetidas a maiores pressões, impactos e temperaturas, por exemplo, poderá optar por uma impressora com suporte ao material ABS.

Da mesma maneira, o tamanho das peças que você deseja imprimir deve influenciar na sua decisão. Mesas de 20x20x20 podem ser insuficientes para peças de dimensões consideráveis, já as mesas de 40x40x40 podem ser desnecessárias se você deseja apenas imprimir miniaturas.

Lembrando, também, que o tamanho influencia muito no preço final da impressora.

Por fim, vale ressaltar que a impressão 3D tem aplicação em projetos de áreas como Arquitetura, Desenvolvimento de Produtos, Engenharia de Produção, Empreendedorismo, entre outras. Para arquitetos, por exemplo, uma boa opção poderia ser a 3D Market Bot Replicator+ quem tem suporte nativo a projetos CAD.

Replicator+

Impressora 3D Makerbot Replicator+

Já para os empreendedores (designers ou desenvolvedores), a 3D MakerBot Replicator Z18 imprime com altíssima qualidade protótipos de dimensões consideráveis, e possui 2592 polegadas cúbicas.

Replicator Z18

Impressora 3D Makerbot Replicator Z18

Bom, como se vê, existem no mercado tanto impressoras para peças mais simples quanto equipamentos de precisão para impressão de peças técnicas, maiores e mais detalhadas. Basta saber escolher a que melhor se adéqua a cada caso.

Só compre kit de montagem se for um expert em eletrônica

Existe também a opção de adquirir um kit de montagem, que é bem mais barato do que uma impressora já montada. E essa modalidade oferece a vantagem de maior poder de customização do equipamento, mas restringe o seu alcance àqueles com bom domínio de eletrônica.

Afinal, calibrar um dispositivo montado por você, do zero, para produzir peças de qualidade aceitável pode ser um enorme desafio — que só poderá ser vencido por verdadeiros especialistas em eletrônica

Portanto, para aqueles que dispensam essa dor de cabeça e querem ter uma impressora funcionando em menos tempo, a melhor opção é comprar uma já montada mesmo. E, por falar em tempo:

Determine seu tempo disponível para trabalhar com a impressora

Esse item deve ser bem observado, pois a função plug and play ainda não é uma realidade para a impressão 3D. Isso quer dizer que você não poderá, simplesmente, plugar o aparelho na tomada e sair imprimindo objetos.

Antes da utilização propriamente dita dessas impressoras, algumas configurações e ajustes serão necessários. Fatores como temperatura ambiente e tipos de filamentos que podem ser usados, por exemplo, devem ser predefinidos de acordo com os parâmetros da impressora.

Nesse sentido, por mais que os modelos atuais estejam melhorando no que se refere à facilitação do uso, entender um pouco sobre o funcionamento de uma impressa 3D é de suma importância.

É muito importante saber das características e materiais utilizados, e entender a interface entre software e hardware do processamento à execução de uma impressão 3D. Assim, você melhora a qualidade da sua impressão e evita desperdícios de matéria prima.

E, para isso, é preciso organizar essa demanda por pesquisa no seu tempo disponível.

Escolha uma loja ou marca com bom suporte técnico

Seja para resolver problemas técnicos, ou para simplesmente tirar alguma dúvida, um bom suporte técnico fará toda a diferença na experiência do usuário, especialmente se tratando do uso de um equipamento com tecnologia relativamente nova, como as impressoras 3D.

Por isso, valorize fornecedores nacionais que tenham esse diferencial no pós-vendas. De nada adianta investir muito dinheiro em um equipamento topo de linha se o suporte técnico desse equipamento não for de qualidade.

E a falta desse tipo de serviço pode acabar, inclusive, frustrando o usuário que, desemparado em relação às suas dúvidas, pode desistir da impressão 3D. Então, para fazer a escolha certa, não se esqueça de pesquisar em fóruns, grupos do Facebook sobre experiências de usuários com a marca ou distribuidora com quem você fechará o negócio.

Utilizando o Google, cerque-se de toda a informação possível, sobre o produto em questão e o seu suporte técnico, bem como sobre o atendimento em ocasião de serviços de reparos na garantia.

Enfim, gostou deste post? Agora que você já sabe como escolher uma impressora 3D, entre em contato conosco e veja quais impressoras 3D temos em oferta!

Sobre o autor

HD Store

Deixar comentário.

Share This